Você faz gestão de risco na sua empresa?

Essa é uma questão que deveria ser respondida de "bate pronto" por qualquer gestor. Gestão de riscos é um processo que permite que a empresa atue de forma preventiva, erradicando possíveis perdas, sejam elas humanas, materiais ou de mercado.

A gestão de riscos não se resume à ação de detectar e controlar os possíveis riscos, mas permite criar um ambiente de melhorias. O simples fato de abrir nossa empresa, mudança no cenário externo, dos funcionários irem trabalhar, uma chuva, são exemplos de risco que empresas estão exposta e que se não tiver um gerenciamento desses risco, ela fica insegura de colocar a operação para rodar e dar o próximo passo.


Ter planos e meios para minimizar os prejuízos causados por riscos que sua empresa está exposta é muito importante. Sabemos que qualquer imprevisto pode abalar os caixas das empresas e com isso desestruturar completamente uma operação.


Diante disso, vamos te ajudar a entender um pouco mais da importância e te apresentar os níveis de maturidade em gestão de riscos:


Importância de se ter uma gestão de riscos


Empresas estão sujeitas a influências internas e externas. E se eventos inesperados podem acabar com empresas grandes, imagine aquelas que possuem uma estrutura menor. As pequenas e médias empresas estão ainda mais vulneráveis aos efeitos do mercado, por exemplo.


Em um mundo com cada vez mais incertezas, os administradores têm o desafio de verificar até que ponto essas incertezas interferem nessa geração de valor, causando prejuízos à reputação do negócio e ao próprio segmento de atuação.

As incertezas podem gerar tanto riscos quanto oportunidades. Podem somar ou diminuir. Nesse sentido, o Gerenciamento de Riscos Corporativos permite aos administradores tratar os riscos e maximizar as oportunidades e, com isso, agregar ainda mais valor ao negócio.


A Gestão de Riscos permite calcular as ameaças, avaliar os riscos e estabelecer planos de ação para contornar tudo isso, você vai concordar com o seguinte: a empresa que faz o gerenciamento de riscos possui mais credibilidade no mercado e entre clientes e parceiros.


Níveis de maturidades de empresas


Durante todos esses anos trabalhando com a gestão de risco, conseguimos identificar 4 níveis de maturidade que uma empresa pode estar, gerindo seus riscos:


NIVEL 1- Empresas que estão neste nível, são aquelas que não fazem nenhuma gestão dos seus riscos. Ou seja, precisam urgente começar a fazer esse trabalho. Talvez você não esteja dando a atenção devida ao quanto é serio se ter uma gestão dos riscos. São empresas que não possuem no mínimo 3 meses de caixa reserva, ou seja, se não entrar nenhuma receita, não consigo sobreviver durante 3 meses, não possuí proteção para seu capital humano e bens.


NIVEL 2- Empresas que possuem um mínimo de ações para os riscos, ações que normalmente são as obrigatórias. Consideramos empresas de baixo nível na gestão de riscos. São empresa que já tem uma consciência sobre a proteção para os risco ligados aos bens da empresa, como: instalações contra roubo, incêndio, e armazenamento dos estoques. Mas ainda não possuem um caixa saudável para risco de grande porte, como é o caso de risco de uma paralisação na produção, vendas e riscos trabalhistas.


NIVEL 3- Empresas que possuem uma consciência de que precisar ter mais ações sobre os risco do que somente os obrigatórios. Consideramos que possuem um bom nível na gestão de riscos. É uma empresa que está criando a cultura de minimizar os riscos, pois sabe que eles acontecem sem saber hora, com quem e nem quanto financeiramente irá afetar. No entanto, ainda deixa alguns riscos sem ações para combate-los, pois são risco distantes da operação e que nunca imaginou que possa a vir a acontece. Esse são os riscos que podem causar o maior dano em uma empresa.


NIVEL 4- Empresa que possuem uma cultura forte na gestão dos risco, fazendo todo o mapeamento e ações de risco de diversos tamanhos. São empresas com excelência na gestão de risco. Você tem uma empresa que irá mitigar grandes riscos. Isso faz com que os imprevistos não irão te impedir de seguir fazendo seu trabalho e de gerar grandes resultados. Normalmente essas empresa possuem áreas focadas nos riscos e verbas destinadas para criar as ações e prevenções.



Conclusão


Estamos expostos a diversos riscos, mas existem infinitas foram de se previnir e minimiza-los. O grande ponto é que geralmente os risco geram 'furos" no nosso planejamento financeiro, então sempre iremos partir para uma maior proteção desse caixa.

Mas sabemos que gerar uma reserva financeira para nos resguardar de qualquer risco é muito difícil, pois não sabemos o tamanho do dano.

Por isso, fica cada vez mais evidente o quão importante é termos o controle deles.


Qual é seu nível de maturidade em relação a gestão de risco?

Se quiser saber mais, se tiver com dúvidas, nos procure, temos ferramentas para te ajudar a criar essa cultura de gerenciar riscos. Iremos postar durante toda essa semana conteúdos relacionados ao tema. Acompanha a gente nas redes sociais @cherokeeseguros




#gestãoderisco #empresa #controlefinanceiro #fluxodecaixa #seguroempresarial #corretordeseguros #matrizgut #gerenciamentoderiscos #riscos

101 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Avenida Andrade Reis, 49 -  Centro  -  São João del-Rei  -  MG  -  Brasil  -  Cep 36307-320

©2020 por Cherokee Seguros.